Formação de professores

setembro 3, 2009 às 21:24 | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Tags: ,

Jornal da Ciência 3836, de 27 de Agosto de 2009

Leitor comenta a matéria “Formação de professores, artigo de Ivonaldo Leite”
“Os professores da educação básica estão sendo formados por pessoas que não atuam na educação básica e pouco ou nada conhecem do que acontece nesse nível de ensino”

Leia a mensagem enviada ao “JC e-mail” por Robson Felipe Viegas da Silva, da Universidade Federal de Mato Grosso:

“O professor Ivonaldo Leite, doutor em Ciências da Educação pela Universidade do Porto e professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), acerta em tudo o que diz a respeito da formação de professores nas terras tupiniquins.

Incontestável que existe uma falsa dicotomia entre bacharelado e licenciatura. Indubitável que se atribui maior status ao primeiro e, sim, é desinteligência considerar que há docência sem pesquisa.

Até este ponto poderia fazer citação direta, mas é a partir daqui que considero que há uma questão muito central que não foi abordada pelo colega. Realmente não há docência sem pesquisa, mas a formação de um professor é, no mínimo, diferente daquela do profissional de pesquisa. E não adianta dizer que a maioria esmagadora dos “pesquisadores” brasileiros são, também, docentes, porque não se tem notícia de um pesquisador que esteja atuando nas escolas de educação básica.

Aí que está nosso problema central: a formação de professores deve estar direcionada para a formação dos profissionais que atuarão na educação básica. A pretensa indissociação entre pesquisa e ensino não leva em consideração o ensino básico. Todos sabem que há cursos que formam professores sem que os mesmos tenham sequer realizado o estágio em escola de educação básica.

Por outro lado, verifica-se também que mesmo após as Resoluções do CNE terem estabelecido diretrizes próprias para as Licenciaturas, os cursos que se adequaram continuam sendo bacharelados disfarçados de licenciaturas: a prática existe apenas no papel, a pesquisa em ensino é uma quimera e as disciplinas “puras” continuam sendo oferecidas fingindo esquecer o mundo da escola básica.

E por que isso continua a acontecer mesmo numa época tão propícia, de discurso educacional tão claro?

A cada dia percebo mais claramente que o problema está no perfil dos formadores: os professores que atuam na Licenciatura formando professores. Vamos falar aqui apenas da experiência que temos há oito anos com o universo das IFES, em especial dos cursos de Licenciatura em História.

O corpo docente destes cursos vem sendo enriquecido nos últimos quatro anos com uma série de concursos, que tem trazido para dentro das instituições excelentes profissionais ligados à pesquisa. Via de regra, jovens doutores que ligaram a graduação no mestrado e este no doutorado, ou seja, dedicaram pelo menos 10 anos à pesquisa. Seu contato com a educação básica geralmente restringe-se ao Estágio que fizeram na graduação (quando o fizeram, claro).

Basta verificar que, há uns cinco anos, a exigência de prática docente em educação básica para concursos com área de Ensino de História era de cinco anos, já nos últimos concursos essa exigência caiu para dois anos.

Os professores da educação básica estão sendo formados por pessoas que não atuam na educação básica e pouco ou nada conhecem do que acontece nesse nível de ensino.

Se somarmos a isso o fato de que o restante do corpo docente já estava distante da educação básica há mais de 20 anos, tem-se um quadro no qual evidentemente a pesquisa prevalece sobre a docência (mesmo quando se finge formar professor alegando que a docência não prescinde da pesquisa).

Então, fica claro que se pretendemos desenvolver uma formação efetiva de professores para a educação básica precisamos com urgência repensar esse modelo de licenciatura, a começar pela constituição de seu corpo docente. Como está, perdem a pesquisa, a educação básica e por fim a sociedade, que investe milhões e é enganada.”

Leia o artigo de Ivonaldo Leite publicado no “JC e-mail” em http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=65543

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: